Transformação nos Negócios: Miragem ou Realidade

Transformação é mais do que apenas uma palavra da moda; é sobre uma organização se reinventar para poder assumir novos desafios e alcançar uma visão reimaginada para o futuro.

Burak Koyuncu
Olhe para seus talentos de uma forma totalmente nova

Transforme sua força de trabalho em uma verdadeira força

Get in touch

Recentemente, os colaboradores de uma grande empresa europeia de serviços financeiros se sentiram traídos e enganados. E por um bom motivo.

Durante mais de um ano, ouviram dizer que uma transformação digital estava a caminho e que isso mudaria radicalmente suas vidas profissionais.

Os executivos falavam incessantemente sobre aplicar novas tecnologias para tornar a empresa mais ágil, mais produtiva e, por consequência, mais lucrativa. A maioria dos colaboradores estava cuidadosamente otimista; alguns chegaram a ficar animados.

Meses depois, entretanto, a “transformação” mudou de foco.

Não havia novas estruturas, políticas ou tecnologias. Apesar de a empresa ter começado buscando por uma mudança transformadora, a redução se tornou o único foco dessa iniciativa. Milhares de trabalhadores perderam seus empregos, e os que permaneceram foram cada vez mais pressionados a assumir funções e responsabilidades adicionais.

Quando os colaboradores perceberam que a empresa estava longe de uma transformação real, a cultura se deteriorou rapidamente. Conflitos internos e entre equipes fundamentais reduziram profundamente o ritmo de trabalho. Doenças relacionadas ao estresse se tornaram a maior preocupação em relação aos colaboradores. O engajamento caiu drasticamente, e a demissão dos melhores profissionais disparou.

A transformação, seja ela relacionada a adotar uma nova estrutura, seja para implementar novas formas de trabalho ou uma nova tecnologia, foi fortemente incorporada ao jargão corporativo moderno. No entanto, existe uma crescente tendência de que a palavra “transformação” seja reduzida a um simples termo da moda e aplicada às situações erradas. Muitas vezes, as empresas falham ao construir uma estratégia de transformação claramente definida para apoiar seus objetivos.

Muitas empresas começam acreditando que estão no caminho certo para a transformação, na qual os colaboradores passarão a desempenhar tarefas e adotar formas de trabalho completamente novas. Mas, ao longo do tempo, eles descobrem que estão envolvidos em algo muito menos impactante e complexo.

Isso pode ter consequências devastadoras sobre os colaboradores, que podem se sentir traídos diante de uma promessa de transformação que não passa de uma redução de efetivos.

A verdadeira transformação exige uma estratégia holística que leve em consideração tanto o lado corporativo quanto o lado humano. Os colaboradores devem fazer parte do processo para que a organização possa alcançar a confiança e o comprometimento deles. Porém, se o principal objetivo for simplesmente cortar custos ou diminuir o número de profissionais, a palavra transformação deve ser deixada de fora da conversa.

É importante observar que muitos fiascos de transformações não vêm de esforços conscientes para mascarar uma iniciativa, mas da falta de entendimento sobre a magnitude da mudança necessária para caracterizar uma verdadeira transformação.

Uma organização, precisando cortar custos urgentemente, apresentou um “programa de transformação” descrito como uma jornada rumo à eficiência e formas aprimoradas de trabalho. À medida que o programa foi sendo revelado, percebeu-se, entretanto, que o foco estava todo em reduzir custos, com pouca atenção a mudar a cultura organizacional ou a novas abordagens para o desempenho do trabalho.

Os colaboradores, que continuavam fazendo o mesmo trabalho da mesma forma, ficaram extremamente decepcionados.

Também vimos muitas organizações lançando “transformações digitais” que, no fim das contas, eram pouco mais do que a introdução de um novo sistema de TI. Embora isso possa ser positivo para qualquer empresa, o simples ato de trocar uma plataforma tecnológica antiga por uma nova sem qualquer esforço para mudar o trabalho desempenhado pelas pessoas ou a forma como o fazem não caracteriza uma transformação.

Como saber se o que você está tentando fazer é realmente transformador? Empresas que tiveram sucesso ao implementar uma transformação possuem diversas qualidades em comum.

Pergunte-se se o que você está lançando é uma transformação real ou se está simplesmente refinando seu negócio. Empresas capazes de se transformar compreendem que precisam de uma estratégia integrada para alcançar os resultados desejados — uma estratégia que inclua processos, sistemas, tecnologias e pessoas de toda a organização. Transformação é mais do que apenas alcançar metas de KPI; transformação é sobre uma organização reinventar a si mesma e a seus colaboradores, com novas habilidades e comportamentos para que, juntos, possam assumir novos desafios e alcançar uma visão reimaginada para o futuro.

Incentive seus colaboradores a dizer como realmente se sentem. Organizações capazes de se transformar fazem grandes esforços para obter reações e opiniões de seus colaboradores sobre como se sentem em relação à mudança que está a caminho. Conhecer o impacto da transformação sobre as emoções de seus colaboradores tornará você mais preparado para desenhar a sua jornada de transformação.

Transparência é o antídoto para desconfiança e pânico. Para alcançar suas metas de transformação, você precisa de um objetivo e de uma visão clara sobre como chegar lá. Se você realmente precisa reestruturar e reduzir efetivos para cortar custos, pode ser prudente não falar tanto em transformação. Se é impossível levar toda a sua organização nessa jornada rumo à transformação, seja por precisar de menos colaboradores, seja pela necessidade de novas habilidades, deixe isso claro e ajude a preparar as pessoas para a mudança.

Até mesmo as mais dolorosas transformações, que envolvem redução de efetivos ou mudanças profundas no perfil de habilidades de sua força de trabalho, podem ser consideradas como positivas e construtivas, se os colaboradores tiverem total clareza delas.

Conversas francas e honestas sobre onde a organização deseja chegar e como pretende fazer isso resultam em apoio, mesmo entre as pessoas que podem não participar pessoalmente da jornada.

Compartilhe este artigo

Deseja aprender maneiras inteligentes de aumentar o desempenho de sua empresa?

Nós podemos ajudar você e sua empresa a capitalizar oportunidades Fale Conosco
Com mais de 380 escritórios em todo o mundo, estamos perfeitamente posicionados para ajudar sua empresa. Encontre um Escritório
INSIGHTS

Related reads